Bolhas de metano congelam em lago e criam "águas-vivas do gelo"

Uma imagem feita no Parque Nacional Banff, em Alberta, no Canadá, mostra bolhas de metano congeladas dando a impressão de que existem imensas águas-vivas sob a camada de gelo.

A imagem foi feita por Paul Zizka, 56 anos, no Lago Vermillion.

O metano é emitido por bactérias responsáveis pela decomposição de material orgânico. Essas bolhas são consideradas altamente inflamáveis e podem causar explosões.

A liberação do gás é um indício de que o gelo do permafrost (solo permanentemente congelado do Ártico) está descongelando naquele local. Como o metano não dissolve na água, ele forma bolhas que sobem para a superfície.

Fonte: Divemag