Imprimir

Ministério divulga novo mapa do turismo brasileiro

.

Angra dos Reis segue classificada na categoria A, mesmo com a diminuição de 35% dos municípios considerados turísticos.

O Ministério do Turismo divulgou nesta semana o novo Mapa do Turismo Brasileiro, documento criado para fundamentar a gestão federal do setor por meio do direcionamento de políticas públicas para os municípios considerados turísticos. O Mapa do Turismo faz parte do Programa de Regionalização do Turismo. A novidade em comparação com a versão anterior, publicada em 2013, foi a diminuição em 35% dos municípios considerados turísticos no país, caindo de 3.345 para 2.175.

O instrumento, que também categoriza os municípios por graus de relevância turístíca, manteve Angra dos Reis como um município de categoria A, principalmente pelo expressivo fluxo turístico regional, nacional e internacional aferido pelos técnicos do ministério, além da qualidade encontrada nos estabelecimentos de hospedagem.

O Mapa do Turismo é feito em conjunto com os órgãos oficiais do setor e tem como foco a estruturação e a promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada. Ele serve também para identificar o desempenho da economia do turismo, para tornar mais fácil a identificação e apoio a cada uma das cidades.

Para o presidente da Fundação de Turismo de Angra dos Reis (TurisAngra), a divulgação do novo mapa demonstra o interesse do Ministério do Turismo de focar cada vez mais os seus investimentos.

— O mapa contribui para melhorar a capacidade do Ministério do Turismo de atuar de forma coordenada com os estados, regiões turísticas e municípios, para desenvolver e consolidar novos produtos. Fazendo uma análise pronfunda e qualitativa do novo Mapa do Turismo, podemos observar a intenção do Ministério em diminuir o número de municípios considerados turísticos para priorizar investimentos nos que realmente tem potencial de desenvolvimento. Angra dos Reis conseguiu se manter como uma das quatro cidades do interior do Estado do Rio de Janeiro com pontuação máxima no raking, juntamente com Paraty, Buzios e Cabo Frio. Com base nesses resultados, vamos fortalecer o dialogo com o Ministério do Turismo, com o intuito de buscar recursos para desenvolvermos a atividade em Angra e na região — afirmou Klauber Valente, presidente da TurisAngra.

BOA PRÁTICA

O Tribunal de Contas da União e o Senado Federal reconhecem o Mapa do Turismo Brasileiro como um instrumento de gestão para orientar a gestão no desenvolvimento de políticas públicas regionalizadas e descentralizadas. A atualização constante do documento se torna, portanto, fundamental para que esse instrumento seja eficaz e respeite os princípios de eficiência da administração pública.

Foto: Luiz Fernando Lara - TurisAngra
Fonte: Angra